Como funcionam os terremotos

Autor: 
Tom Harris

Selo HowStuffWorks

Até muito recentemente, os cientistas tinham apenas suposições sobre o que realmente causava os terremotos. Mesmo hoje, ainda há uma certa dose de mistério que os rodeia, mas os cientistas já têm um entendimento muito mais claro do fenômeno.

Houve um enorme progresso no século passado: os cientistas identificaram as forças que causam os terremotos e desenvolveram uma tecnologia que nos informa a magnitude e a origem de um terremoto. O próximo passo é encontrar uma forma de prever os terremotos, para que eles não peguem as pessoas de surpresa.

Nesta matéria, descobriremos o que causa os terremotos e porque eles têm um efeito tão devastador.

Uma parte da Interstate 880 em Oakland, Califórnia, danificada por um terremoto de 7.1 graus de magnitude
Imagem cedida por USGS
Uma parte da Interstate 880 em Oakland, Califórnia, danificada por um terremoto de 7.1 graus de magnitude que abalou a região de São Francisco em 1989

O Brasil é imune a terremotos?


Embora esteja localizado sobre o centro de uma placa tectônica, o Brasil não é imune a terremotos de grande magnitude, de acordo com o Observatório de Simologia da Universidade de Brasília (Obsis).

O mais recente deles, e o primeiro a registrar mortes, ocorreu na madrugada do dia 09 de de dezembro de 2007, em Itacarambi, Minas Gerais. O abalo, de 4,9 pontos na escala Richter, causou a morte de uma menina de 5 anos e deixou mais de 70 famílias desabrigadas.

Veja lista dos maiores terremotos ocorridos em solo brasileiro:

  • São Paulo, 1922 – 5.1 pontos na escala Richter
  • Espírito Santo, 1955 – 6.3 pontos na escala Richter
  • Mato Grosso, 1955 – 6.6 pontos na escala Richter
  • Ceará, 1980 – 5.2 pontos na escala Richter
  • Amazonas, 1983 – 5.5 pontos na escala Richter
  • Rio Grande do Norte, 1986 – 5.1 pontos na escala Richter
  • Minas Gerais, 2007 – 4.9 pontos na escala Richter

O chão treme
O terremoto é uma vibração que se movimenta pela crosta terrestre. Tecnicamente, um caminhão grande que faz um estrondo pela rua, causa um mini-terremoto se você sente a sua casa tremer quando ele passa, mas os terremotos são eventos que afetam uma área relativamente grande, como uma cidade inteira. Vários fatores podem causar terremotos:

  • erupções vulcânicas
  • impactos de meteoros
  • explosões subterrâneas (um teste nuclear subterrâneo, por exemplo)
  • estruturas que desmoronam (como uma mina)

Mas a maioria dos terremotos que ocorre naturalmente é causado pelos movimentos das placas terrestres, como veremos na próxima sessão.

Ouvimos falar sobre terremotos nos noticiários apenas de vez em quando, mas na verdade eles ocorrem todos os dias no nosso planeta. De acordo com a pesquisa da United States Geological (em inglês), mais de três milhões de terremotos ocorrem todos os anos, o que soma 8 mil por dia ou um a cada 11 segundos.

estragos causados por um terremoto em uma residência
Imagem cedida por FEMA
Estragos causados pelo terremoto de 1994 em uma residência, em Northridge, Califórnia

A vasta maioria destes 3 milhões de tremores é extremamente fraco. A lei das probabilidades também faz com que um bom número dos tremores mais fortes aconteça em lugares não habitados, onde ninguém os sente. São os grandes terremotos, que ocorrem em áreas muito populosas, que nos chamam a atenção.

Os terremotos causaram muitos danos às terras ao longo dos anos e tiraram muitas vidas. Nos últimos cem anos, houve mais de 1,5 milhões de fatalidades relacionadas aos terremotos. Geralmente, não é o tremor de terra em si que mata, é a destruição de estruturas feitas pelo homem e outros desastres naturais conseqüentes dos terremotos, tais como os tsunamis, as avalanches e os deslizamentos de terra.

danos em uma residência causados por terremoto, em Prince William Sound, Alasca
Imagem cedida por NGDC
Destruição em uma área residencial de Prince William Sound, Alasca, devido à liquefação causada por um terremoto de 9.2 graus de magnitude, em 1964

Na próxima sessão, examinaremos as forças poderosas que causam este tremor intenso e descobriremos porque os terremotos ocorrem com muito mais freqüência em determinadas regiões.