É possível ver, com um telescópio, o material deixado na Lua?

Lua­

Para responder a essa pergunta, precisamos entender um pouco sobre o poder de resolução dos telescópios. Veja essa imagem aérea da Estátua da Liberdade mostrada no site TerraServer (em inglês). Ela tem resolução de 1 metro, o que significa que algo (no chão) que tenha 1 m2 produz 1 pixel na imagem. Na imagem, a cabeça da Estátua da Liberdade possui transversalmente cerca de 3 metros, de modo que deve ocupar aproximadamente 3 pixels x 3 pixels na imagem (veja essa página - em inglês - para conhecer outros fatos interessantes sobre a Estátua da Liberdade).

Um bom satélite espião pode ter resolução de 1 metro. O melhor telescópio disponível atualmente é o telescópio espacial Hubble. Ele possui um poder de resolução de 0,1 segundos de arco. O que podemos dizer é que o telescópio Hubble teria um poder de resolução de 15 centímetros se estivesse apontado para algo na Terra, como a Estátua da Liberdade por exemplo (se você for um especialista em telescópios, corrija-nos se estivermos errados).

A lua está cerca de 1.000 vezes mais distante do telescópio espacial Hubble do que a Terra. Isso significa que, se você apontou o Hubble para a lua, teria uma resolução de 150 metros. Nessa resolução, um estádio de futebol ocupa apenas um ou dois pixels da imagem. Isso significa que não haveria nenhuma maneira de distinguir o Lunar Excursion Module (Módulo de Excursão Lunar) nem qualquer outro equipamento deixado na lua. É simplesmente muito pequeno para se ver, mesmo com o melhor telescópio do mundo.

Evidência?
Alguns leitores atentos perceberam que, mesmo que não se possa ver nenhuma prova direta das excursões à lua com um telescópio, existe um artefato que os astronautas deixam na lua que fornecem evidências de suas missões. Esse artefato é um refletor de feixe de raios laser, utilizado para rastrear a distância da lua da Terra. Esse artigo (em inglês) fala resumidamente do refletor.

Um verdadeiro cético concordaria que esse refletor foi colocado lá por um satélite-robô, ou que faz parte da obsidiana (tipo de vidro natural, produzido por vulcões quando a lava esfria rapidamente) encontrada por acaso na superfície lunar...

Esses links o ajudarão a aprender mais: