Como funcionam as pulgas

Autor: 
Tracy Wilson

pulgas

Imagine voltar para sua casa depois de longas férias. Você pega seus animais de estimação no canil, descarrega sua bagagem e encaminha-se para a cama para se recuperar da longa viagem. Mas seu sono é tudo, menos tranqüilo. Durante toda a noite, você é atormentado por minúsculas picadas e coceiras intermináveis. Não demora muito para você compreender que está sendo atacado por uma multidão de pulgas famintas.

uma pulga adulta
Imagem cedida por CDC/Vector Ecology & Control Laboratory, Fort Collins, Colo.
Uma pulga adulta

O que aconteceu? Seus animais de estimação pegaram uma infestação no canil? Os insetos pegaram uma carona na sua bagagem? Ou uma multidão deles decidiu se mudar enquanto você estava fora?

É uma idéia horripilante, mas a resposta mais provável é que as pulgas estavam esperando por você. As pulgas são parasitas - ou formas de vida que se alimentam de hospedeiros - muitas vezes machucando-os de alguma maneira. As pulgas usam o sangue dos hospedeiros como alimento. Elas geralmente preferem o sangue de animais de quatro patas que o de humanos; por isso, antes de sair de férias, as pulgas se alimentaram de seus animais de estimação, não de você.

Embora as recém-surgidas pulgas precisem encontrar comida em poucos dias, as adultas podem ficar alguns meses sem uma refeição. As pupas das pulgas podem também ficar em seus casulos por mais de um ano, esperando para sentir calor corporal e vibrações que sinalizam a presença de hospedeiros próximos. Então, quando você sair de férias, as pulgas não morrerão de fome - simplesmente esperarão que você e seus animais de estimação retornem.

Quando caminhar para casa depois de estar longe, as pulgas adultas famintas irão se aglomerar em você e em qualquer coisa que tiver pulsação, não importa quantas patas ou pernas tiver. As pupas saem dos casulos e procuram pela primeira refeição de sangue. Sua casa, que parecia limpa e relativamente livre de pulgas quando você saiu, é repentinamente invadida.

A habilidade de viver sem comida é justamente uma das muitas adaptações das pulgas. Estas adaptações facilitam o modo das pulgas se moverem entre os hospedeiros, alimentarem-se de seu sangue, reproduzirem-se e sobreviverem quando a comida é escassa. Neste artigo, veremos como estas adaptações tornaram mais dificultoso acabar com as pulgas. Também exploraremos como evitar que as pulgas invadam tua casa e teus animais, bem como a maneira de se livrar de uma infestação.

Parasitas: fora e dentro
As pulgas são ectoparasitas, ou parasitas que vivem fora do corpo. Endoparasitas, por outro lado, vivem no interior do corpo. Além das pulgas, o piolho e o carrapato também são ectoparasitas. As solitárias são um exemplo de endoparasitas. Os parasitas também podem causar doenças como a malária.

As plantas também podem ser parasitas. O visco é uma planta parasita, mas como tem folhas e pode produzir alimento através da fotossíntese, não é um parasita verdadeiro.

Diferentemente de animais que vive em simbiose, os parasitas não ajudam em nada seus hospedeiros.