Como funciona a meteorologia

Autor: 
Robert Lamb

 

meteorologia
© istockphoto.com / Achim Prill
Como a condição do tempo afeta sua vida cotidiana? Para algumas pessoas, não é só questão de escapar do trânsito, mas sim de sobrevivência.

Imagine por um segundo que você não seja um ser humano lendo um artigo na Internet, e sim uma pulga - e não qualquer pulga, mas uma que vive toda a sua vida no pelo de um urso. Dado um ambiente assim hostil, seria preciso aprender bem alguns fatos para garantir a sobrevivência. Que pontos o urso coça ou morde com mais frequência? Quando ele dorme? Onde fica o melhor sangue? Com que ferocidade atacou seus parasitas no passado, e como pode se comportar no futuro? Caso essa existência pareça desgastante, pense um pouco no ambiente terrível em que vivemos a cada dia.

Os seres humanos vivem na superfície externa da crosta da Terra, uma camada de 4,99 trilhões de toneladas de gases a que chamamos de atmosfera. Como no caso da pulga em nosso exemplo, nossas vidas podem depender exatamente da maneira como o ambiente que nos cerca se comporta. Em seus momentos mais amenos, o tempo alimenta nossas safras, nos oferece ar limpo para respirar e provê um ambiente em geral confortável. Mas nos dias ruins, a atmosfera, descrita de maneira mais completa em Como funciona o clima, gera nevadas fatais, calores escaldantes, inundações destrutivas e tempestades capazes de devastar cidades inteiras. Como qualquer parasita interessado em sobreviver, vale a pena saber o que o hospedeiro pode decidir fazer em seguida.

Se você já saiu correndo para a escola ou o trabalho de manhã sem verificar primeiro a previsão do tempo, você provavelmente não passou pelo equivalente: ser dilacerado pela garra de um urso. Talvez você tenha tropeçado no gelo da calçada ou o percurso para o seu destino tenha sido um pouco mais lento, mas tudo bem, não? No final do dia ainda haverá um jantar quente à sua espera na sua casa confortável.

Nossas vidas nem sempre estiveram tão protegidas contra o tempo, ainda que nos países em desenvolvimento e nos ambientes mais inóspitos, a sobrevivência diária ainda dependa da Mãe Natureza. A despeito das modernas salvaguardas contra secas e inundações, o tempo ainda pode prejudicar o abastecimento de água e comida, até mesmo nos países mais avançados. Mas no mundo antigo a capacidade de usar observações atuais e passadas para prever padrões meteorológicos fazia da pessoa mais que um meteorologista -- fazia dela um xamã, um profeta, até mesmo um líder. Hoje, os meteorologistas acrescentam tecnologia moderna às suas observações, usando física e estatística para desempenhar serviço igualmente vital, ainda que não necessariamente os vejamos como profetas.

Neste artigo, examinaremos a meteorologia, o estudo científico da atmosfera e dos inúmeros fenômenos que a mantém em constante fluxo e turbilhão ao nosso redor.