Como funciona o Prêmio Ig Nobel

Autor: 
Robert Lamb

Pesquisadores da Universidade do México ganharam o Ig Nobel de Economia de 2008 por um estudo que provava que as dançarinas exóticas ganhavam gorjetas mais altas quando estavam ovulando
iStockphoto
Pesquisadores da Universidade do México ganharam o Ig Nobel de Economia de 2008 por um estudo que provava que as dançarinas exóticas ganhavam gorjetas mais altas quando estavam ovulando

Para todos os cientistas malucos, há uma hora em que, num momento de clareza, eles realmente percebem que apenas gastaram vários anos e baldes de dinheiro de subsídio no trabalho. Nesse momento, eles podem ver-se olhando no espelho do banheiro sua nova combinação antenas de insetos geneticamente manipuladas. Ou talvez esse momento de sobriedade ocorra no meio de uma perseguição no gelo à sua criação homicida feita de cadáveres costurados. Nesse momento, a razão dá um tapinha no ombro do cientista e sussurra friamente em seu ouvido: "Cara, você gastou seis anos pesquisando ISTO?"

O que é isso, você diz? "A Mosca" e Frankenstein não são apenas ficção? Pesquisa de verdade não procura responder questões mórbidas ou aparentemente insignificantes? Bem, talvez você não tenha lido a pesquisa de Kees W. Moeliker, de 2003, sobre a existência de patos homossexuais necrófilos, ou o estudo de James Watson, de 2004, sobre explosão de cuecas de fazendeiros neozelandeses nos anos 1930. Sim, a ciência é uma grande tenda e, quanto mais respondemos a questões verdadeiramente prementes sobre o universo, mais perturbadoras se tornam as pequenas curiosidades. Você poderia dizer que estamos sintonizando nossa compreensão científica, o que às vezes significa desenvolver os meios para curar soluços com "massagem retal digital". É sério, leia sobre tudo isso aqui.

Premiados em 2009

Entre os agraciados com o IgNobel 2009, estão um sutiã que vira duas máscaras de gás, uma técnica de fazer diamante a partir da tequila e a descoberta de que vacas com nomes produzem mais leite do que vacas anônimas.

Leia mais em VEJA.com

Sim, cada um desses estudos apareceram, na verdade, em revistas científicas legítimas. Subsequentemente, cada uma recebeu a mais alta honra que a ciência questionável, bizarra e puramente engraçada pode aspirar: o Prêmio Ig Nobel. Não confunda com o prestigioso Prêmio Nobel - concedido anualmente a vários feitos científicos, artísticos e sociais. O Ig Nobel, como o nome implica, premia as mais desprezíveis realizações.  

Em 2008, Paul Krugman, da Universidade de Princeton, ganhou o Nobel de Economia por sua pesquisa sobre padrões de comércio e localização de atividades econômicas. No mesmo ano, uma equipe de pesquisadores da Universidade do Novo México ganhou o Ig Nobel de Economia por determinar que stripers ganham gorjetas mais altas quando estão ovulando. Os dois estudos são investigações científicas legítimas, mas apenas um deles é hilário - e é aí que o Prêmio Ig Nobel entra em cena.

Mas quem decide o que é "Ig Nobel"? Os vencedores aparecem para a cerimônia de entrega? Continue lendo para saber.