Tudo sobre hidráulica

Autor: 
Kevin Bonsor

Se você leu Como funcionam as máquinas hidráulicas, sabe que um guindaste hidráulico é baseado em um conceito simples: a transmissão de forças de um ponto a outro através de um fluido. A maioria das máquinas hidráulicas usa algum tipo de fluido incompressível, que se encontra em sua condição de densidade máxima. O óleo é o fluido incompressível mais usado para máquinas hidráulicas, incluindo guindastes hidráulicos. Em um sistema hidráulico simples, quando o pistão empurra o óleo para baixo, ele transmite toda a força original para outro pistão, que é, então, acionado para cima.

Em um sistema hidráulico simples, quando um pistão é empurrado para baixo, outro pistão é puxado para cima

Uma bomba hidráulica cria a pressão que move os pistões. A pressão em um sistema hidráulico é criada por um dos dois tipos de bombas hidráulicas:

  • bomba de deslocamento variável
  • bomba de engrenagem

Equipamento básico
Aqui estão alguns dos equipamentos básicos de um caminhão-guindaste:
  • lança - braço grande, principal responsável pelo içamento;
  • contrapesos - pesos de várias toneladas, colocadas atrás da cabine de comando para evitar o tombamento do guindaste durante o içamento;
  • bomba de engrenagem dupla - sistema de bomba hidráulica que usa duas engrenagens rotativas para pressurizar o óleo;
  • braço extensor - estrutura treliçada que se estende para fora da lança;
  • suportes - mantém o guindaste equilibrado;
  • engrenagem Rotex - engrenagem grande embaixo da cabine de comando que permite que a lança seja rotacionada;
  • indicador de momento de carga - série de luzes indicadoras situadas na cabine de comando bem acima do nível visual do operador; acendem quando os limites de sustentação do guindaste são alcançados.

A maioria dos caminhões-guindaste usam bombas de engrenagem dupla que possuem um par de engrenagens interconectadas para pressurizar o óleo hidráulico. Quando é necessário aumentar a pressão, o operador aciona o acelerador. No caso da bomba de engrenagem, a única maneira de obter alta pressão é fazer o motor funcionar em força máxima.

Um caminhão-guindaste de 70 toneladas usa 12,7 l em um motor a diesel que gera até 365 cavalos de força. O motor é acoplado a três bombas de engrenagem dupla, compreendendo:

  • bomba principal - esta bomba opera a haste do pistão que levanta e abaixa a lança, bem como as seções hidráulicas telescópicas que estendem a lança. A bomba principal é capaz de gerar 240 bar por polegada quadrada (psi) de pressão. Ela gera mais pressão que as duas outras bombas, porque é responsável por mover muito mais peso;
  • bomba de pressão da guia do contrapeso - um caminhão-guindaste usa contrapesos na traseira da cabine de comando para evitar o tombamento. Estes são acrescentados e removidos por um elevador hidráulico que possui bomba própria. A bomba de engrenagem do contrapeso pode gerar 97 bar;
  • bomba de direção/suporte - uma bomba controla a direção e os suportes. Os suportes são usados para estabilizar o caminhão durante as operações de guindagem. Em virtude da direção e os suportes não serem operados simultaneamente, eles podem ser acionados pela mesma bomba. Esta bomba gera 110 bar.

Na próxima seção, veremos como o sistema hidráulico atua nas outras partes do caminhão-guindaste.