O formigueiro

As formigas são animais sociais, que vivem em grandes formigueiros. Estes se dividem normalmente nas seguintes castas: as rainhas (fêmeas reprodutoras); os machos; e as formigas trabalhadoras (fêmeas não reprodutoras). Embora existam grandes variações em estrutura social entre diferentes formigueiros, certas características básicas são comuns à maioria das espécies.

O que é um inseto social?

Formigas, cupins, muitas abelhas e algumas vespas têm verdadeiras vidas familiares. Vivem em comunidade e os membros da comunidade dependem uns dos outros.

Existem mais de um milhão de espécies, ou tipos de insetos no mundo. Entre eles estão os besouros, grilos, borboletas e moscas. Há insetos de muitas formas, tamanhos e cores diferentes. Mas existem algumas coisas que todos os insetos têm em comum. Todos eles têm seis pernas e corpos que se dividem em três partes principais. Todos eles têm coberturas duras, como cascas, sobre seus corpos. E a maioria, mas não todos, tem asas.

Formigas, cupins, abelhas e vespas podem se parecer muito com esses outros insetos. Mas, como insetos sociais, levam vidas muito distintas.

Por que as formigas são insetos sociais?

As formigas são insetos sociais porque vivem e trabalham juntas em comunidades. Aqui, elas se alimentam e protegem umas às outras. Criam e cuidam de seus filhotes. Essa forma de vida difere muito da adotada pelos insetos solitários, que passam a maioria, ou ocasionalmente, todas as suas vidas sozinhos.

Uma comunidade de formigas é conhecida como formigueiro. A vida em um formigueiro é altamente organizada. Cada membro tem uma função a cumprir, de colocar ovos a reunir alimentos, e lutar.

Para a maioria das formigas, a vida do formigueiro tem por centro o ninho. O ninho pode ser subterrâneo; estar localizado em um monte de terra; ou até mesmo no topo de uma árvore. Quando as formigas constroem um ninho, a terra empilhada em torno da entrada forma um formigueiro. Um formigueiro é um lugar muito ativo, e pode ser muito lotado. Podem existir centenas, milhares ou até milhões de formigas em um mesmo formigueiro.

Castas sociais

Alguns formigueiros têm uma rainha; outros têm diversas; as rainhas são alimentadas e atendidas em outras necessidades pelas trabalhadoras. A única função dos machos é o acasalamento com as rainhas.

As trabalhadoras executam tarefas como ampliar e proteger o ninho, cuidar das rainhas e dos filhotes e obter provisões. Pode existir apenas um tipo de trabalhadora ou tipos diversos, com estruturas corporais especializadas para determinadas formas de trabalho. A atividade das trabalhadoras é coordenada em larga medida por feromônios e contato corporal.

Dependendo da espécie, rainhas vivem entre cinco e 30 anos, o que as torna os insetos mais longevos. As trabalhadoras vivem entre um e três anos. Os machos só vivem por uma temporada de acasalamento.

Formiga
©2009 HowStuffWorks

 
Quem é quem no formigueiro

Como a maioria dos insetos sociais, as formigas têm três castas, ou classes. Há as formigas-rainhas, as trabalhadoras e os machos. Uma rainha não governa o formigueiro, mas é um membro importante. Ela só tem uma função – pôr ovos. Sem ela, o formigueiro morre. A razão é que, na maioria das espécies de formigas, apenas as rainhas são capazes de se reproduzir. Também têm a vida mais longa -10 a 20 anos. Um formigueiro pode ter uma ou mais rainhas. Um formigueiro de formigas da madeira europeia pode ter centenas de rainhas, por exemplo.

As formigas trabalhadoras podem ser as menores, mas fazem a maior parte do trabalho. Todas são fêmeas. Cuidam da rainha e dos filhotes. As trabalhadoras constroem e reparam o ninho. Procuram comida e enfrentam inimigos. A maioria dos machos vive apenas algumas semanas ou anos. Eles não trabalham e morrem pouco depois de copular com as jovens rainhas.

Qual é a aparência de um ninho de formigas?

A maioria das espécies de formigas constrói ninhos subterrâneos. As trabalhadoras escavam túneis e câmaras, ou salas, na terra. À medida que o formigueiro cresce, elas acrescentam mais túneis e câmaras ao ninho.
Os formigueiros podem ser bastante grandes. Algumas formigas tropicais constroem para baixo, para aumentar o espaço. Os formigueiros podem se estender por seis metros no subsolo. Outras, como as formigas da madeira europeia, constroem para cima. Fazem grandes montes de terra que podem atingir 1,5 metro de altura. Depois, elas conectam os montes com trilhas odoríferas. O grupo de ninhos pode cobrir uma área de tamanho semelhante ao de uma quadra de tênis. Milhões de formigas podem viver nesses formigueiros.

As câmaras em um ninho têm funções diferentes. A rainha tem uma câmara própria para colocar ovos. Algumas câmaras servem de berçários aos filhotes. Há câmaras para armazenar alimentos. Outras câmaras servem de local de repouso às trabalhadoras esforçadas!

Criando um formigueiro

Em geral uma vez por ano, um formigueiro produz uma geração de rainhas e machos. As rainhas se desenvolvem de larvas alimentadas com uma substância altamente nutritiva excretada pelas trabalhadoras. Os machos se desenvolvem de ovos não fertilizados.

As rainhas e machos têm asas; eles deixam o ninho em uma série de grandes enxames, conhecidos como voos nupciais. Cada enxame consiste ou só de rainhas ou só de machos. As formigas viajam para outras áreas a fim de se acasalar com formigas de outros formigueiros. Os machos morrem depois do voo. As rainhas caem ao chão, soltam as asas e procuram por um lugar para pôr ovos. Depois de uma única cópula, uma rainha pode pôr ovos fertilizados por diversos anos. Os ovos não fertilizados em geral são postos em algum momento da primavera ou verão. Os ovos se desenvolvem na forma de larvas, as larvas se tornam pupas e as pupas se tornam formigas adultas - processo conhecido como metamorfose completa.

A rainha cuida da sua primeira ninhada de crias quando elas ainda são larvas e pupas. Essa geração consiste apenas de trabalhadoras, que em seguida assumem os deveres de cuidar da rainha e das ninhadas subsequentes.

Como uma formiga rainha dá início a um formigueiro?

A maioria das espécies de formigas começa um formigueiro da mesma maneira. Uma formiga rainha nasce em um formigueiro mas o deixa para formar nova comunidade. À medida que as jovens rainhas crescem, elas desenvolvem asas. Algumas semanas depois de se tornarem adultas, as jovens rainhas deixam seus ninhos e se acasalam com machos também alados. As rainhas então soltam suas asas e começam a procurar locais para ninhos.

Quando uma jovem rainha encontra um bom local para um ninho, ela constrói uma câmara e se sela em seu interior. Depois, começa a pôr ovos. A rainha cuida dos ovos, que se desenvolvem em forma de larvas e em seguida pupas. Ela alimenta os filhotes com sua saliva. Durante esse período, ela mesma não come. Seu corpo absorve como alimento os músculos das asas que se tornaram desnecessários.

Os ovos se desenvolvem na forma de pequenas formigas trabalhadoras. Algumas dessas trabalhadoras deixam o ninho para encontrar alimentos para a colônia. Outras ampliam o ninho. A rainha põe mais ovos. A maioria destes se desenvolve na forma de trabalhadoras. Outros se desenvolvem como machos e rainhas jovens.

O que fazem as formigas trabalhadoras?

As formigas trabalhadoras trabalham e trabalham, arduamente. Todas são fêmeas. Mas raramente se tornam rainhas ou se reproduzem. Em lugar disso, cuidam das rainhas, dos filhotes e do ninho. Sem as trabalhadoras, um formigueiro não poderia sobreviver.

Elas podem executar uma ou diversas funções. Podem manter o mesmo posto por toda a vida ou mudar de emprego ocasionalmente. Algumas trabalhadoras recolhem alimentos para o formigueiro. Armazenam a comida que colhem em câmaras especiais no ninho. Outras trabalhadoras alimentam e cuidam da rainha e dos filhotes em desenvolvimento. Ainda outras constroem as câmaras e túneis. Usam sua saliva para endurecer as paredes de terra do formigueiro.

Algumas das formigas trabalhadoras são soldados. Defendem o formigueiro. Em muitas espécies, as formigas soldado são maiores que as demais trabalhadoras. Elas combatem formigas ou outros insetos inimigos. Também podem usar suas grandes cabeças para bloquear a entrada de um ninho.

Quem cuida dos ovos?

As formigas passam por quatro diferentes estágios de crescimento: ovo, larva, pupa e formiga adulta. As trabalhadoras cuidam dos filhotes em cada estágio.

Depois que uma rainha põe ovos, as trabalhadoras os transportam às câmaras de chocagem. Lá, elas cuidam dos ovos e muitas vezes os mantêm limpos com lambidas. Em poucos dias os ovos geram larvas. No estágio de larva, as formiguinhas se parecem com minúsculos vermes brancos.

As formigas trabalhadoras transportam as larvas para novas câmaras e as alimentam por algumas semanas até que se tornem pupas. Em algumas espécies, as larvas tecem casulos antes de se tornarem pupas. Em outras, as pupas estão recobertas apenas por uma pele fina e transparente. As pupas não comem ou se movem. Mas mudam. Em duas ou três semanas, as formigas adultas saem dos casulos ou da pele. Agora, estão prontas para trabalhar!

Como as formigas reconhecem umas às outras?

As formigas de um formigueiro tem um odor especial que as ajuda a reconhecer umas às outras. As forasteiras ou inimigas têm odores diferentes. As formigas soldado farejam esses invasores e os matam.

As formigas não têm ouvidos. “Ouvem” vibrações por meio de seus órgãos sensórios. As antenas da formiga são seu órgão sensório mais importante. As formigas usam as antenas para cheirar, tocar, saborear e ouvir. É fácil compreender por que as antenas de uma formiga estão sempre se mexendo. As antenas ajudam as formigas a encontrar e provar comida. Ajudam-nas a reconhecer e tocar umas às outras. As antenas até ajudam as formigas a encontrar o caminho que procuram.

A maioria das formigas dispõe de dois olhos compostos. Um olho composto tem diversas lentes (o olho humano só tem uma lente.) Por causa das lentes compostas, as formigas veem as coisas em fragmentos, como em um caleidoscópio. Elas são melhores em perceber movimentos do que em perceber formas.