O ciclo da chuva

Autor: 
Robert Lamb

A água desempenha papel central no clima, apesar de responder por proporção tão pequena da atmosfera. Em algumas áreas, a atmosfera local pode conter até 4% de água enquanto outras regiões não contêm qualquer água na atmosfera. Já que a água pode existir como sólido, líquido ou gás sob condições atmosféricas normais, ela participa do ciclo hidrológico. Nesse ciclo, a água se evapora do oceano em forma de vapor de água e por fim retorna à terra e ao mar em forma de precipitação.


weather
O ciclo hidrológico mantém a água em circulação constante pela Terra

O vapor de água é invisível, mas rapidamente se torna visível ao se resfriar e condensar em contato com alguma coisa. Se você já reparou na umidade que surge nas janelas de um carro quente em um dia frio, está vendo a condensação em ação. O vapor de água quente toca a janela fria e o vapor volta ao estado líquido. Nuvens se formam de maneira semelhante. A atmosfera está repleta de pequenas partículas de poeira conhecidas como núcleos de condensação, que vem de erupções vulcânicas, tempestades de areia, incêndios e poluição. Quando o vapor de água se condensa, adere a essas partículas microscópicas. Se houver vapor de água em refrigeração no ar em volume suficiente, as partículas se acumulam aos milhões e formam nuvens. Caso as temperaturas sejam frias o bastante, a água se transforma em gelo em torno dos núcleos de condensação. Para estudar as nuvens mais a fundo, leia Como funcionam as nuvens (em inglês).

Em um mundo sem vento, essas gotículas de água desceriam imediatamente à superfície, mas os complexos ventos aéreos elevados da Terra mantém as nuvens no ar e as carregam por vastas distâncias, alterando sua forma no processo. Caso água demais se condense em torno de uma partícula no ar ou a temperatura do ar caia, a água cai de volta à superfície. Partículas líquidas caem em forma de chuva, enquanto partículas congeladas caem como neve. Se a chuva se congela ao cair, ela se torna chuva gelada. Em alguns casos, a chuva sobe a altitudes mais elevadas e frias por força do vento vertical; as partículas se congelam e voltam à terra em forma de granizo.

As nuvens vêm em diversas formas e tamanhos e ocorrem em altitudes variadas. Podem até se formar perto do chão, em forma de neblina. Isso acontece quando o ar úmido e quente perto do chão se resfria rapidamente ou fica superssaturado de vapor de água.

Mas, como você sabe, as formações de nuvens mais substanciais da Terra acontecem no céu. Na próxima página veremos como o vapor de água sobe tanto.