Qual a diferença entre abelhas e vespas?

Autor: 
Jennifer Horton
Abelhas e vespas

É verão, você está em um piquenique e aproveita para relaxar um pouco ao sol, depois de comer um sanduíche. De repente, você escuta um zumbido em sua orelha. Preguiçosamente, você dá um tapa no ar e então - ai! - você sente aquela ferroada na bochecha. Enquanto seu rosto arde e começa a inchar, a última coisa que passa por sua cabeça é se aquele inseto chato era uma abelha ou uma vespa.

Mas agora queremos saber. Foi uma abelha ou uma vespa que picou sua bochecha? Qual a diferença entre essas duas criaturas?

bee sting
Dimas Ardian/Getty Images
Um especialista em apiterapia usa veneno de abelha
para tratar a mão de um paciente no centro no Cibubur Bee Center no dia 15 de abril de 2007 em Jacarta, Indonésia

 

No caso acima, é muito provável que o agressor seja um tipo de vespa. Por quê? Porque as vespas geralmente são mais agressivas e é mais provável que elas invadam lugares públicos atrás de comida. As abelhas são mais delicadas: querem flores, não sanduíches.

Essa é apenas uma maneira de saber se o agressor era uma abelha ou uma vespa. Que outras características definem essas duas criaturas muito similares - ambas da ordem Hymenoptera? Existem mais de 25 mil tipos de vespas e abelhas, mas há diversas maneiras - relativamente simples - de distinguir umas das outras.

Na próxima seção, você aprenderá como as características físicas, hábitos alimentares e os lugares dos ninhos distinguem a abelha da vespa. Você aprenderá também que inseto tem uma cinturinha de pilão e qual tem pernas achatadas e peludas.

Repensar a vingança

É melhor pensar duas vezes antes de se vingar do inseto que picou você: se seu agressor for uma vespa amarela ou uma abelha melífera e seu ninho estiver a aproximadamente 4,5 metros de distância, ele soltará um cheiro específico que alertará seus companheiros do perigo em apenas 15 segundos Eles irão atrás de você e podem picá-lo muitas e muitas vezes [fonte: Koday (em inglês)].